Como anunciar no Linkedin: Guia completo

Então você tem uma equipe de consultores de vendas faminta por mais clientes potenciais.

Você já conta com alguns canais que ajudam você a captar clientes potenciais, mas essas iniciativas não são escalonáveis e a qualidade dos clientes potenciais não é boa.

O que você faz?

Se quiser começar a gerar mais clientes potenciais e evitar qualquer problema que você está enfrentando atualmente, você precisa experimentar o Linkedin ads.

Ao contrário de dois de seus concorrentes mais populares, o Facebook Ads e o Google Adwords, o Linkedin ads representa uma oportunidade exclusiva para profissionais de marketing B2B. A eMarketer constatou que os profissionais de marketing B2B consideram o Linkedin Ads mais eficiente do que o Facebook.

No ano passado, o Linkedin gerou mais de US$ 2 bilhões em receitas com a sua plataforma de publicidade. Embora seja apenas uma fração das receitas do Facebook ou do Google, cada vez mais profissionais de marketing estão direcionando verbas do seu orçamento para o Linkedin, com 42% de compradores de mídia planejando um aumento em suas despesas em 2019.

Incentivado por esse crescimento astronômico, o Linkedin atualizou sua plataforma de anúncios em meados de 2019, concentrando-se no que a própria empresa chama de publicidade baseada em objetivos. Neste guia você vai aprender tudo o que precisa saber sobre a nova experiência, para que você saiba como anunciar no Linkedin hoje.

  1. Objetivos de campanha
  2. Definição do público-alvo
  3. Tipos e formatos de anúncios
  4. Custos, ofertas e orçamentos
  5. CreatingCriação de um anúncio vencedor
  6. Análise e otimização

Aprenda os Fundamentos Corretamente

“O mal está nos detalhes”, pelo menos é o que dizem, portanto, antes de começarmos com os aspectos essenciais da criação de uma campanha publicitária no Linkedin, vamos cobrir os fundamentos.

Para dar início a uma campanha no Campanha no Linkedin ads, é preciso ter uma página da empresa.

A página da empresa no Linkedin é necessária para publicar os anúncios

Você provavelmente já tem uma, correto?

Se ainda não tiver, este guia prático mostra também as etapas necessárias para abrir sua conta.

Outro fundamento importante é a instalação do Insight Tag do Linkedin. Trata-se de uma pequena tag em Javascript que ajuda a definir o monitoramento das conversões (para que você possa avaliar quantas pessoas geraram conversões nos seus anúncios), públicos do site, e revelar os dados demográficos dos seus visitantes. O arquivo pode ser encontrado no menu Ativos da Conta, no Gerenciador de Campanhas.

Linkedin - Gerenciador de Campanhas - Insight Tag

E mais: o Insight Tag ajuda você a realizar campanhas publicitárias com redefinição do público-alvo que, como você verá abaixo, é um recurso incrivelmente eficaz e poderoso.

Ao instalar a tag, também será preciso definir o monitoramento de conversões, que informa as conversões reais da sua campanha.

Uma vez cobertos os fundamentos, vamos iniciar o processo de criação da campanha no Linkedin ads.

Objetivos da campanha no Linkedin ads

1ª etapa: Como definir um objetivo vencedor

A primeira etapa em qualquer campanha bem-sucedida no Linkedin ads começa com a definição do objetivo ideal.

O objetivo afeta a campanha inteira – desde o tipo de anúncio até o orçamento e o formato do anúncio.

Cada objetivo corresponde a uma parte diferente do funil de marketing, conforme nos ensina o Linkedin:

Objetivos da campanha no Linkedin ads

Essas três etapas correspondem ao funil de marketing típico, em que cada etapa tem o foco em um objetivo diferente:

  • A conscientização se concentra em atingir o máximo de pessoas possível
  • A consideração se concentra no envolvimento e na persuasão dos visitantes para que entrem em ação e saibam mais sobre a sua empresa
  • O foco da conversão está na geração de clientes potenciais e na conversão de pessoas no seu site

Essas novas campanhas baseadas em objetivos se concentram na apresentação de seus anúncios para as pessoas com maior probabilidade de agirem conforme o seu intuito – vamos avaliar as três etapas e quais os objetivos que melhor se enquadram à meta da campanha.

Objetivos de Conscientização

A conscientização é o empenho em expor sua marca a todas as pessoas com as quais você puder se conectar. Seu foco não recai tanto sobre cliques ou conversões; o que importa agora é que as pessoas vejam seus anúncios, que conheçam sua marca por meio de uma simples exposição, e que se familiarizem com essa marca.

Nesta etapa, seu principal indicador é o número de impressões geradas – o ponto em que um anúncio é exibido a um visitante, não importando se eles de fato veem o anúncio ou leem seu conteúdo.

Conscientização da Marca

O Linkedin oferece apenas um objetivo nesta etapa do funil, conhecido como “conscientização da marca”.

Objetivo da campanha de conscientização da marca no Linkedin

Um dos aspectos mais marcantes da publicidade online é que você pode rastrear a eficácia da campanha até o nível de um clique. A conscientização, entretanto, se concentra em fazer as pessoas verem o seu anúncio e não a agirem, então por que alguém faria um anúncio desses?

Em resumo, porque esse objetivo pode ajudar você a aumentar seu alcance (se for este o seu intuito), obter mais seguidores na sua página e envolver-se com um novo público.

Por exemplo, se você estiver trabalhando com uma campanha de marketing baseado em contas (MBC) e tiver um público específico com o qual deseja se conectar, o objetivo da conscientização ajuda você a alcançar essas pessoas antes de iniciar um diálogo de vendas.

Objetivos de Consideração

Veja aqui em que ponto a publicidade se torna científica. Nesta etapa do funil, o objetivo é que as pessoas cliquem no seu anúncio; você quer visitas, visualizações e ações (mas não necessariamente com intuito comercial).

São três os objetivos que você pode utilizar nesta etapa:

Visitas ao Site

O nome é autoexplicativo: com esse objetivo, você consegue que mais pessoas visitem o seu site.

Objetivo da campanha de visitas ao site no Linkedin

Claro, simples e sensacional – quem não quer mais visitantes no site da sua empresa?

O que você faz com as pessoas uma vez que elas acessam o site é outra história.

Você pode direcioná-las a uma nova publicação (o que é ótimo se você fizer isto a partir de outro artigo que elas leram), à inscrição no seu webinar mais recente, ou à página em que elas possam baixar uma versão de teste.

Como o volume de dados necessários para otimizar seu processo é muito inferior ao do objetivo de geração de clientes potenciais (como veremos abaixo), esse objetivo é um ótimo começo para qualquer ação esperada dos visitantes do seu site.

Envolvimento

Quando você está começando a anunciar no Linkedin, você pode querer aumentar a quantidade e a qualidade dos seus seguidores.

Objetivo da campanha de envolvimento no Linkedin

Em outras palavras, você quer que as pessoas sigam você e que elas curtam seus posts; você quer desenvolver um relacionamento e, como você bem sabe, isto requer tempo.

O objetivo do envolvimento é o canal perfeito se você quiser que mais pessoas sigam a página da sua empresa e curtam ou façam comentários nas suas publicações.

Quanto mais pessoas seguirem você e quanto mais envolvidas estiverem, mais em conta será a promoção do seu conteúdo para elas. E mais: suas mensagens serão mais eficientes, uma meta que vale muito para qualquer anunciante.

Visualizações de Vídeos

O vídeo se tornou um grampo no kit de ferramentas do profissional de marketing, particularmente no Linkedin. Até agora, diversos estudos comprovam que o uso de anúncios em vídeo proporcionam altos índices de envolvimento e a geração de clientes potenciais de qualidade superior.

Objetivo da campanha de visualização de vídeos no Linkedin

Se a meta da sua empresa estiver intimamente relacionada ao desenvolvimento por meio de liderança, conscientização da marca e aquisição de tráfego, o uso de vídeos e o objetivo de visualização dos vídeos no Linkedin vão ajudá-lo a aumentar a disseminação do seu conteúdo.

Objetivos de Conversão

Esta é a etapa em que o pneu toca no asfalto. Esta etapa se concentra em levar as pessoas envolvidas nas etapas anteriores a uma ação específica.

Mais especificamente, essa ação pode ser uma troca de informações para geração de clientes potenciais, um download, uma assinatura ou uma candidatura a um cargo.

Da mesma forma que ocorre nos anúncios publicados no Facebook, esses objetivos tendem a gerar CPCs maiores e o foco deve recair sobre o custo por conversão, mas são altamente eficazes uma vez que você coloca o sistema inteiro para funcionar.

No caso do Linkedin, há três objetivos disponíveis, que veremos em detalhes abaixo.

Geração de clientes potenciais

O aspecto mais marcante do Linkedin é que ele é uma combinação perfeita para os profissionais de marketing que estão em busca de estratégias para gerar clientes potenciais. Imagine que 80% de seus usuários sejam tomadores de decisões. Sendo assim, conforme constatado pelo Hubspot, suas taxas de conversão de clientes potenciais são 3 vezes maiores do que em outras plataformas de publicidade.

Objetivo da campanha de geração de clientes potenciais no Linkedin

Você pode captar clientes potenciais em uma rede como o Facebook, mas você precisaria de muita pré-qualificação antes de atrair profissionais para o seu site. Há muita pessoas que simplesmente não estão interessadas em se inscrever em webinars quando estão sossegadas em suas casas.

Com o Linkedin, você sabe quem é quem – você quer um diretor de marketing se inscreva para assistir a uma demonstração do software da sua empresa? É simples: sua campanha inteira pode ser desenvolvida apenas para esse público-alvo específico.

Para melhorar ainda mais as coisas, o Linkedin permite ao usuário gerar clientes potenciais diretamente de seus sites, sem que eles tenham de visitar o seu site.

Use formulários de geração de clientes potenciais que sejam preenchidos antecipadamente com os dados deles e obtenha a assinatura deles para sua oferta imediatamente.

Conversões no Site

Se você quiser ter como meta conversões específicas no seu site, então este objetivo é perfeito para você.

Objetivo da campanha de conversões no Linkedin

Graças ao Insight Tag, que a esta altura você já deve ter instalado, você pode otimizar qualquer tipo de conversão – desde uma compra até uma solicitação de demonstração de software.

Uma vez lançada a campanha com o objetivo de obter conversões, o Linkedin a otimizará, direcionando-a às pessoas com maior probabilidade de fechar a conversão. Ou seja, quanto mais dados o Linkedin reunir do tipo de pessoas que vão concluir a conversão no seu site, melhor será a otimização dos seus anúncios, que serão exibidos a pessoas com perfis semelhantes.

Se você for um profissional de marketing em busca de conversões, este objetivo é perfeito para você.

Candidatos a Vagas

O último objetivo é perfeito para as empresas que estão em busca dos melhores profissionais e que precisam aprimorar seus anúncios de vagas de emprego.

Objetivo da campanha para candidatos a vagas no Linkedin

Assim como ocorre no objetivo anterior, o Linkedin otimiza seus anúncios para os usuários que comprovadamente tiverem a maior propensão a clicar no seu anúncio de vaga em aberto. Você não apenas consegue mais candidatos para sua vaga, mas também será procurado pelos candidatos certos.

Direcionamento dos anúncios do Linkedin

2ª etapa: Como direcionar o anúncio ao público desejado

Quando o assunto são as vendas e o marketing B2B, a publicidade no Linkedin tem uma vantagem exclusiva em relação às plataformas de publicidade concorrentes. Devido às informações detalhadas do cargo, que os 630 milhões de membros do Linkedin lançam em seus perfis, você pode direcionar os anúncios às pessoas certas, com base em dados extremamente precisos do empregado e da empregadora.

Se você quiser direcionar os anúncios a diretores de engenharia em empresas de tecnologia com mais de 500 funcionários, adivinhe! Você pode fazer isto com o Linkedin; é o perfeito localizador de correspondências para a sua marca.

E as opções de direcionamento do Linkedin permitem que você desenvolva campanhas de marketing B2B incrivelmente precisas, que você pode utilizar para atrair as contas certas.

Além dos dados básicos, como a localização e o idioma, há cinco opções de direcionamento que você pode escolher:

  • Empresa: Incluir as conexões, os seguidores, o setor, o nome e o porte das empresas
  • Dados demográficos: Incluem idade e sexo das pessoas que você deseja contatar
  • Formação: Inclui os cursos, diplomas, áreas de estudo e instituições de ensino
  • Experiência Profissional: Inclui a função, o tempo de serviço, o nome do cargo, as competências e os anos de experiência
  • Interesses: Incluem grupos dos quais o usuário faz parte e seus interesses

Opções de direcionamento do Linkedin ads

Uma das maneiras mais interessantes de se criar opções de direcionamento exclusivas é o uso das opções “excluir”, “incluir” ou “filtrar por”. Com essas opções, é possível direcionar a busca a pessoas que não se enquadrem por padrão a determinados públicos (como diretores com menos te 10 anos de experiência) ou que sejam incomuns (como vice-presidentes com menos de 40 anos de idade).

Opções de filtrar e excluir no direcionamento do Linkedin ads

E mais: você pode utilizar os dados internos do próprio Linkedin para ampliar seu alcance, um recurso que o Linkedin chama de “expansão do público-alvo”, ou seus próprios dados para direcionar a busca a usuários e clientes potenciais que já conhecem você, um recurso que o Linkedin chama de “público correspondente”.

Use a Expansão do Público-Alvo para reduzir os custos e ampliar seu alcance

Uma vez encontrado o público-alvo que atende a suas necessidades de campanha, você poderá criar uma nova campanha direcionada a outros públicos semelhantes.

É nesse ponto que o recurso de “expansão do público-alvo” entra em cena. A expansão do público-alvo utiliza os algoritmos do Linkedin para localizar e contatar pessoas que tenham atributos semelhantes aos do público-alvo que você testou.

Opções de expansão do público-alvo no direcionamento do Linkedin ads

Por exemplo, se você estiver conseguindo altos índices de conversão com uma campanha direcionada a VPs de marketing, o Linkedin pode constatar que uma campanha com a mesma mensagem, direcionada a diretores de marketing funcionaria da mesma forma.

Use a opção de Público Correspondente para redefinir suas metas

Se você estiver constantemente direcionando a campanha a pessoas que não conhecem sua marca, você estará perdendo muitas oportunidades.

Não há nada de errado com a geração de novas demandas em suas ofertas, mas como a sua empresa já gera tráfego no seu site, esse tráfego é uma mina de ouro em potencial para novas oportunidades de negócios.

A opção de público correspondente ajuda você a direcionar a campanha às pessoas que visitaram seu site, se inscreveram para acessar algum conteúdo via portal (como um webinar ou um documento técnico), o que fecharam algum tipo de negócio com você (como uma demonstração ou uma proposta).

Dois dos usos mais comuns da opção de público correspondente é o redirecionamento dos visitantes do site com base nos dados de pixels, ou direcioná-los à sua lista de e-mails.

Direcionamento de anúncios ao público correspondente no Linkedin

Você pode até mesclar o público correspondente com a expansão do público-alvo para aumentar o número de destinatários da sua lista de e-mails.

Use o público correspondente para o marketing baseado em contas

E mais: você pode enviar listas de contas ao seu público correspondente. Isto significa que você pode enviar uma lista de nomes e URLs de sites de empresas e em seguida direcionar o anúncio a qualquer pessoa que trabalhe nessas empresas.

Uma das maneiras mais fáceis de começar a aplicar esta técnica é enviando uma lista de contas com alta intenção de compra e anunciar para ocupantes de cargos com o seu perfil de comprador preferencial nessas empresas. Se você utiliza MBC, isto pode mudar o jogo.

Como encontrar contas com alta intenção de compra? Uma ótima forma de começar é o uso de plataformas como o Leadfeeder. Ele permite a identificação das empresas que visitam seu site, conectando-se ao Google Analytics. Você poderá então exportar listas de empresas que visitam seu site, enviá-las para o Linkedin como lista de contas no seu público correspondente e utilizar esses dados para potencializar o MBC da sua campanha no Linkedin ads.

Experimente a versão de teste do Leadfeeder por 14 dias, sem compromisso, identifique as empresas que visitam seu site e tente lançar campanhas de MBC no Linkedin com esses dados.

Resultados previstos

Depois que você definir seu público-alvo, o Linkedin exibirá o alcance previsto e o volume esperado de tráfego da sua campanha. Esses números serão afetados pelos seus orçamentos e ofertas diárias – que você vai selecionar em breve – e representam um ótimo meio para definir uma base de referência do desempenho real da sua campanha, em comparação às previsões do Linkedin.

Resultados previstos pelo gerenciador de campanhas do Linkedin

Tipos de anúncios no Linkedin

3ª etapa: Como escolher o anúncio ideal para a sua empresa

O Linkedin oferece uma amplo espectro de anúncios, que variam em termos de custo e complexidade da implementação.

Opções entre os tipos de anúncios do Linkedin

Um espectro tão amplo de opções traz à tona imediatamente uma pergunta: que tipo de anúncio você deve utilizar?

Como sempre acontece com tudo o que está relacionado ao marketing, a resposta depende de suas necessidades, do seu orçamento e da sua especialização.

Sem uma avaliação profunda da sua empresa, ninguém poderá dizer qual o tipo de anúncio no Linkedin a ser escolhido. A melhor maneira de tomar a decisão certa é estudar os tipos de anúncios mais detalhadamente.

Felizmente, é exatamente o que faremos agora.

Conteúdo Patrocinado

Se você já tiver navegado pelo Linkedin e viu um anúncio bem no meio do seu feed de notícias ao mudar de página, trata-se de um anúncio patrocinado.

Ou, adivinhe! Se uma publicação tiver um pequeno texto dizendo “Post Patrocinado”, trata-se de conteúdo patrocinado.

Em resumo, um anúncio com conteúdo patrocinado promove o próprio conteúdo. Se essa modalidade parece muito básica e óbvia, é porque é exatamente o que é.

Você tem conteúdo – uma publicação em um blog, um artigo técnico, um webinar – e você quer que mais pessoas o vejam. O que você faz? Você faz esse anúncio funcionar.

Existem vários meios para destacar seu conteúdo no feed de notícias e vou mostrar para você agora sua aparência.

Anúncios com uma única imagem

Anúncios com uma única imagem são o tipo padrão de conteúdo patrocinado. Eles promovem qualquer publicação sua a um público mais amplo, com uma única imagem em formato de paisagem, para atrair a atenção desse público.

Exemplo de anúncio com conteúdo patrocinado no Linkedin

Anúncios em Vídeo

Anúncios em vídeo são como os anúncios com uma única imagem, com a diferença de apresentarem sua criatividade em um vídeo em vez de uma imagem estática. Da mesma forma que o Facebook, o vídeo será reproduzido automaticamente quando a pessoa mudar de página no seu feed. O som ficará mudo por padrão – portanto, é uma boa ideia incluir legendas no vídeo.

Exemplo de anúncio em vídeo no Linkedin

Anúncios tipo Carrossel

Haverá casos em que você terá várias imagens a exibir em determinadas publicações. Os anúncios em carrossel permitem expor essas imagens e maximizar o impacto do seu anúncio.

Os anúncios em carrossel são particularmente úteis quando você quer contar uma história na sequência de imagens, para poder direcionar a atenção do seu público e conectá-los por meio de uma narrativa.

Anúncios para geração de clientes potenciais

Conforme explicado antes, formulários para geração de clientes potenciais permitem um pré-preenchimento de seus anúncios com dados dos clientes potenciais, para que você possa adquirir clientes potenciais diretamente no anúncio.

Desnecessário dizer que a eficácia dos anúncios com formulários para geração de clientes potenciais facilitam a conversão de um usuário do Linkedin em um cliente potencial. Se você tiver conteúdo como um e-book, um relatório ou uma planilha de especificações, os formulários para geração de clientes potenciais serão o melhor investimento que você poderá fazer.

Exemplo de anúncio para geração de clientes potenciais no Linkedin

Anúncios Dinâmicos

O sonho de enviar anúncios personalizado em escala está começando a se tornar realidade. Os anúncios dinâmicos permitem a criação de um anúncio direcionado a um público-alvo específico.

Por exemplo, se você quiser exibir um anúncio para diretores, os anúncios dinâmicos apresentam mensagens direcionadas, que falam a língua desse público-alvo.

Atualmente, só é possível acessar anúncios dinâmicos se você gastar pelo menos US$ 25.000,00 por trimestre no Linkedin ads.

Anúncios de Texto

Anúncios de texto promovem uma mensagem na coluna ao lado direito do feed de notícias. Esses anúncios são menores e menos intrusivos do que o conteúdo patrocinado e tendem a ter um CTR mais baixo.

Você pode exibir esses anúncios na caixa de entrada de um usuário ou na barra lateral da página inicial do Linkedin. O trecho de texto é seguido de uma miniatura para chamar a atenção do seu público.

Esses anúncios são mais parecidos com os tradicionais do Google Ads, onde você tem um cabeçalho, uma breve descrição e um CTA (além da imagem, que o anterior não exibe).

Exemplo de anúncio de texto no Linkedin

InMail Patrocinado

Se você já recebeu uma mensagem de alguém que você não conhece e está tentando promover um conteúdo ou algum tipo de oferta, trata-se de um InMail patrocinado.

Exemplo de InMail patrocinado no Linkedin

O Linkedin permite aos usuários enviar mensagens a pessoas que façam parte da sua rede. Se você estiver promovendo um conteúdo e tiver centenas de conexões relevantes, você pode obter bons resultados. Mas se quiser enviar mensagens para milhares de clientes potenciais, você não pode fazer isto a menos que use o InMail.

O InMail é um recurso premium que permite enviar uma mensagem para qualquer pessoa que você quiser, não importando se você está conectado com ela ou não.

InMails patrocinados levam este recurso um patamar acima, permitindo que você envie mensagens que serão exibidas na parte superior da caixa de entrada do destinatário. Esse tipo de promoção pode ser útil se combinado a uma campanha de redirecionamento.

Custos, Ofertas e Orçamentos no Linkedin Ads

4ª etapa: Como escolher uma oferta com um bom RSI

Para que seus anúncios no Linkedin ads sejam rentáveis, é preciso optar pela oferta que garanta o máximo de exposição – seja em termos de impressões, cliques ou ações – e o menor valor despendido.

Esse equilíbrio não é fácil de se atingir, principalmente quando você está começando e os algoritmos do Linkedin não têm dados o suficiente para otimizar seus anúncios corretamente.

Existem dois tipos de ofertas que você pode escolher, que variam ligeiramente conforme o objetivo da sua campanha:

  1. Ofertas de custo máximo: Com esta opção, você define o máximo de dinheiro que está disposto a gastar, considerando CPC, CPM ou CPV.
  2. Oferta automatizada: Com esta opção, o Linkedin utiliza dados históricos de campanhas e informações de usuários para definir e ajustar automaticamente a sua oferta, otimizando os anúncios conforme o objetivo da sua campanha.

Custos, ofertas e orçamentos no Linkedin ads

Para definir a estratégia de ofertas a ser adotada, pense no seu objetivo final por trás de suas campanhas.

Se quiser o máximo de impressões, cliques ou conversões, a oferta automatizada é a melhor opção para você. Como o Linkedin otimiza suas ofertas com o intuito de maximizar seu objetivo, ele se certifica de que você terá resultados, mesmo que com despesas mais altas.

Se quiser controlar seus custos, então a oferta com custo máximo é sua melhor opção. O problema com esta estratégia é que você pode fazer ofertas insatisfatórias – ou seja, você pagará menos do que seria necessário para conseguir qualquer tipo de exposição. Por isso, é uma boa ideia começar com uma oferta automatizada – deixando que o Linkedin reúna os dados para você – e parear essa ação com um limite diário no orçamento para assegurar um limite de despesas.

Quando você souber o custo real de cada oferta, você poderá otimizar suas campanhas com base nesses dados.

Você pode otimizar suas ofertas conforme uma série de indicadores diferentes, conforme o seu objetivo. O Linkedin oferece uma tabela prática com todas as informações disponíveis sobre este tema:

Guia para ofertas e orçamentos no Linkedin ads

(Fonte da Imagem)

Exemplo de Anúncio no Linkedin

5ª etapa: Como criar um anúncio de alto desempenho

O anúncio que você cria depende do tipo e do formato do anúncio no Linkedin. Como existem três tipos de anúncios e oito formatos de anúncios, temos 24 variações diferentes para criar um anúncio. São muitas combinações.

Mas para simplificar tudo, aqui estão os fundamentos para criar os melhores anúncios patrocinados, os melhores inmails patrocinados e os melhores anúncios de texto.

Criação de uma anúncio patrocinado com alto índice de conversão no Linkedin

Os anúncios patrocinados são uma espécie de publicidade nativa – ou seja, o conteúdo se adequa naturalmente ao feed do Linkedin alimentar entre outros conteúdos não patrocinados que o seu público-alvo vê.

O segredo para se criar anúncios patrocinados é assegurar a naturalidade da sua aparência.

Você quer que as pessoas se sintam não como se estivessem vendo um anúncio, mas sim lendo um conteúdo útil e relevante.

O cabeçalho deve ter menos de 70 caracteres e o texto principal deve ter menos de 150 caracteres, ambos atuam como uma atração que faz as pessoas interromperem seu percurso e lerem seu anúncio. Você pode criar anúncios textos mais longos, mas o quadro provavelmente ficará truncado.

A imagem é outro elemento importante, que muitas vezes magnifica a ideia do todo. Você pode utilizar uma imagem sem texto, que deve ilustrar a ideia do anúncio, ou uma com texto para fixar ainda mais a ideia do anúncio.

Exemplo de anúncio com conteúdo patrocinado no Linkedin

Você pode utilizar um vídeo também, que é um tipo de mídia que tem comprovado ser mais envolvente do que as imagens ou textos.

O IAB constatou que anúncios em vídeo apresentam um CTR muito mais alto do que anúncios nativos, banners e intersticiais (ou seja, de tela cheia).

Estatísticas de anúncios em vídeo da IAB

Embora seja muito demorado e mais dispendioso produzir vídeos do que conteúdo por escrito, os anúncios em vídeo fazem parte da nova onda de conteúdo de mídia para diferenciar seus anúncios dos da concorrência.

Criação de um inmail patrocinado com alto índice de conversão

Ninguém gosta de e-mails não solicitados. Isto também é fato no caso de pessoas que tentam fazer alguém agir mediante uma oferta enviada por e-mail ou pelo Inmail do Linkedin, mas isto não deve desmotivar você.

O Linkedin relatou que as campanhas de InMails patrocinados apresentam índices de abertura entre 35% e 50%, e que podem chegar a 70%, em uma comparação muito favorável às campanhas por e-mail.

Esses resultados tornam as campanhas por InMails patrocinados bastante convincentes.

Pense em sua campanha por InMails patrocinados como se estivesse escrevendo um e-mail para o destinatário. Portanto, as regras que se aplicam a uma abordagem eficiente por e-mail também se aplicam a uma campanha por Inmails patrocinados.

Para começar, seu InMail deve ser claro e resumido para atrair a atenção do seu público-alvo para a sua mensagem. Sua oferta deve ser clara de imediato, para que o destinatário não tenha de adivinhar o que você está tentando fazer.

Exemplo de anúncio por Inmail patrocinado no Linkedin

Diretamente associada à clareza do seu inmail está a sua relevância. Para aumentar a relevância da sua mensagem, considere o uso de uma lista de visitantes do seu site ou contas preferenciais que você quer trabalhar como uma lista de clientes potenciais para uma campanha de Inmails patrocinados.

Finalmente, devido à natureza antecipada e fria do contato, é recomendável alinhar sua oferta ao destinatário. Pense em uma oferta de alto valor, que não exija muito tempo do destinatário antes de agir, principalmente se ele conhecer você.

Baixe o nosso. guia para obter mais ajuda para começar com as vendas sociais.

Criação de uma anúncio de texto com alto índice de conversão no Linkedin

Como eu disse anteriormente, anúncios de texto têm mais em comum com os tradicionais Google Ads do que com o outros anúncios citados neste guia.

O acervo de anúncios disponível é muito menor, de forma que o seu trabalho é maximizar as palavras utilizadas para envolver seu público-alvo.

Anúncios de texto são compostos de quatro elementos:

  • Cabeçalho
  • Texto publicitário
  • Destinação do anúncio
  • Imagem

Não há muito espaço para a criatividade com anúncios de texto. Tudo se resume a posicionar seus anúncios corretamente, com as palavras e expressões certas.

Dadas as restrições impostas aos anúncios de texto, é preciso seguir as orientações da Upworthy e escrever uma série de variantes de cada cabeçalho e de cada texto publicitário, para poder selecionar a combinação ideal, com base no desempenho.

Ao contrário do conteúdo patrocinado, os anúncios de texto têm cara de anúncios. Não há como convencer as pessoas de que você não está fazendo uma oferta. O anúncio de texto, portanto, não será páreo para outros tipos de conteúdo no feed, apenas para outros anúncios.

Os anúncios de texto que conquistam mais cliques são os que falam melhor a língua do usuário final.

Se o seu público for composto de diretores de marketing, seu cabeçalho deve ser algo do tipo:

  • Você é um diretor de marketing?
  • Para todos os diretores de marketing
  • Diretor de Marketing: Confira esta oferta

Exemplo de anúncio de texto no Linkedin

Fonte

Suas imagens, embora pequenas, também podem ajudar a dar destaque ao seu anúncio. Algo um pouco surpreendente ou chocante pode fazer milagres, desde que não seja ofensivo ou enganoso.

Para encontrar a combinação ideal para um anúncio de texto, há muitos testes que precisam ser feitos. Como um profissional de marketing, você nunca sabe do que as pessoas gostam ou o que as fará se conectarem. Teste todos os elementos até encontrar o anúncio para conversões.

Otimização de Anúncios no Linkedin

6ª etapa: Analisar, melhorar, revisar e repetir

Uma das maravilhas do marketing online é que você pode monitorar e medir tudo que fizer. O Linkedin Ads não é exceção.

Anteriormente neste guia você viu como o Insight Tag permite o monitoramento e a medição de suas conversões, incluindo downloads do seu conteúdo, cadastramentos, compras, entre outros.

Essas informações são facilmente acessíveis no painel de controle do Linkedin Ads, onde você pode ver todos os dados básicos esperados em uma mídia paga – como impressões, cliques, CTR, conversões, e outros indicadores – bem como um gráfico de desempenho com os resultados da sua campanha.

Painel de controle analítico do Gerenciador de Campanhas do Linkedin

Além deste painel de controle analítico padrão, o Linkedin oferece um gráfico exclusivo de dados demográficos que desmembra o envolvimento do público na sua campanha por cargo, função, setor e muito mais.

Estrutura analítica demográfica do Linkedin

Os dados fornecidos no gráfico de dados demográficos são outro recurso fantástico que outras plataformas de publicidade não oferecem aos profissionais de vendas e marketing B2B – o gráfico vai muito além de números e contém muito mais informações sobre quem está de fato se envolvendo nas suas campanhas.

Conclusão

Se você leu o guia até aqui, você deve estar pensando: “Por onde eu começo?”

O resposta é fácil: escolha o seu objetivo; aquele que for o mais difícil.

A partir daí, defina seu público-alvo – se você tiver uma lista de e-mails ou uma lista de contas preferenciais, envie essa lista como público correspondente e use-a para envolver e orientar seu público-alvo.

Finalmente, escolha o tipo de anúncio que deseja – conteúdo patrocinado é a opção mais segura para começar – e a parte criativa do anúncio.

Deixe o Linkedin otimizar as ofertas para você e aguarde até que os resultados comecem a aparecer. Analise e repita o processo.

Assim como ocorre em qualquer novo canal de marketing, leva algum tempo até você dominar o Linkedin ads. Mas se você continuar refinando o direcionamento dos anúncio ao seu público-alvo e a criatividade dos anúncios, você vai começar a perceber o retorno cada vez maior do seu investimento.

O Leadfeeder sabe quem está visitando seu site

Clientes potenciais gratuitos do Google Analytics. Nenhuma instalação extra de scripts é necessária.

Veja por si mesmo.

Período de teste gratuito. Não requer cartão de crédito.

Como visto em

  • Forbes
  • Entrepreneur Magazine
  • Fox
  • Mashable
  • Social Media Examiner